As primeiras atividades do Poder Legislativo Charqueadense eram realizadas no prédio da antiga prefeitura, onde hoje é o Supermercado Bonato. O Prefeito do município à época era Anápio Ferreira que, objetivando se livrar da despesa de aluguel do prédio onde funcionava Câmara e Prefeitura juntas, designou uma frente de trabalho comandada pela Arquiteta Eneida Ferreira Cidade para que os prédios do Executivo e Legislativo fossem construídos. O projeto arquitetônico da Câmara fora assinado pela então arquiteta Diza Gonzaga, hoje Presidente da ONG Vida Urgente. Pois em 28 de Março de 1987, quando a cidade comemorava 5 anos de emancipação política, eis que são inaugurados os prédios do Legislativo e Executivo Municipal.

A sessão inaugural da Câmara de Vereadores no ano de 1983 fora presidida pelo Vereador mais votado, o então atual Vereador José Francisco Silva da Silva, o Chiquinho que, além de abrir os trabalhos, deu posse ao Prefeito Anápio Ferreira como primeiro Prefeito do novo município.
O primeiro Vereador a presidir a Câmara Municipal fora Nelci de Moraes, do PDT, posto que ocupou por 2 anos (1983-1984), retornando em 1992. Junto com ele estavam na Mesa Diretora os Vereadores Conceição Castilhos (PDT), Chiquinho (PDS) e Élbio Schonhofen, o Binho, também do PDS. Foi também nesta legislatura que o Poder Legislativo contou com a primeira mulher vereadora do município, a Vereadora Vilma Castro, do PDT e que fora aprovado o brasão e a bandeira do município desenhados por Tânia Fernandes e escolhido por concurso que carregou uma grande polêmica entre Executivo e Legislativo, já que o projeto não fora inicialmente apreciado pelos vereadores, sendo que no fim teve de assim ser feito.

Com a eleição do então Prefeito Aldo Moreira (1989-1992), veio uma nova legislatura e uma Câmara bastante renovada em relação a anterior, trazendo apenas 4 dos parlamentares inaugurais. O marco da 2º Legislatura situa-se na elaboração da Lei Orgânica e do Regimento Interno da Câmara, inspirados nos textos já existentes da cidade de São Jerônimo. Sendo assim, abriu-se a Assembleia Constituinte em 1989, a mesma fora presidida pelo Ver. José Francisco Silva da Silva (Chiquinho) que era também o Presidente da Câmara. Para a elaboração do texto, várias comissões de sistematização foram criadas para que se discutissem temas relevantes para a comunidade. Após várias discussões, é aprovada a Lei Orgânica do município de Charqueadas em Abril de 1990, sendo que o Regimento Interno fora discutido e aprovado somente no ano de 1992.

A Terceira Legislatura (1993-1996) representou mais uma vez uma renovação quase que completa do Poder Legislativo Municipal, pois, dos onze parlamentares, apenas Luís Carlos Krever se reelegeu, enquanto Hélio Sippel assume como Vice-Prefeito ao lado do ex-prefeito de São Jerônimo, José Manoel Gonzales de Souza. Nessa legislatura também ingressa a segunda e a terceira mulher vereadora, a Ex Primeira Dama Valquíria Ferreira, esposa do primeiro prefeito Anápio Ferreira, e a Ex Vice-Prefeita, Reny Tavares de Andrade. Além delas, outras personalidades importantes do município ingressam no Legislativo como Waldemar Gauss Filho. É nesta legislatura que se aprova a Lei Geral dos Servidores do Município, a Lei Municipal 507/1993, que vem firmando as relações entre o município e seus servidores até os dias de hoje.

A Quarta Legislatura (1997-2000) marca o aumento do número de parlamentares de onze para treze vereadores e mais uma vez uma renovação quase que completa dos mesmos. Dos onze anteriores, apenas três se reelegem e a única mulher vereadora assume após o licenciamento do então vereador eleito Luiz Paulo Ferraz para assumir a Secretaria Municipal de Assistência Social. É nesta legislatura que se registra a primeira bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) com dois vereadores representando a situação municipal que tinha a minoria entre os parlamentares.

A Quinta Legislatura (2001-2004) marca mais uma vez a renovação no quadro de parlamentares e o ingresso de três mulheres entre os vereadores, as Vereadoras Paula Ynajá Nunes, ex Secretária Municipal da Educação, Flora Luzia Heberle, ex Primeira Dama do município e Patrícia Ferreira da Silva.

A Sexta Legislatura (2005-2008) representa a queda do número de vereadores no município em decorrência de um cálculo constitucional feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), passando de treze para nove vereadores. Nesta legislatura ingressa o vereador mais jovem da história do município e que também assume a Presidência da Câmara no primeiro ano, o Vereador Simon Souza, filho do ex Prefeito José Manoel e da ex Vereadora Flora e também ingressa a vereadora mulher mais votada na história do legislativo, a Vereadora Rosângela Dornelles. É nesta legislatura que se registram grandes inovações e empreendimentos na Câmara Municipal, quando o prédio passa por grandes reformas visando acessibilidade aos deficientes físicos, a criação do Espaço das Comissões e a autonomia administrativa-financeira da Câmara com o seu registro como Pessoa Jurídica. É nesta legislatura que o primeiro Vereador assume duas vezes a Presidência da Câmara no mesmo período. O Vereador João Franco assume a Presidência nos anos de 2006 e 2008.

A Sétima Legislatura (2009-2012) apresenta uma grande renovação no quadro de parlamentares, onde apenas quatro da anterior retornam para a Câmara. É nesta legislatura que se registram também grandes empreendimentos e também a realização do primeiro concurso público na gestão do Vereador Paulo Roberto Araújo, onde ingressaram oito servidores efetivos em 2009. No ano de 2011, por determinação do Ministério Público e do Tribunal de Contas, houve também o início do processo de terceirização de serviços antes prestados por contratos temporários, sendo o contrato assinado no ano de 2012.

Os Presidentes

Conheça o nosso presidente e todos aqueles que ocuparam este importante cargo na Câmara Municipal de Charqueadas.

Mesa Diretora

Conheça quem são os parlamentares que tomam todas as decisões na Câmara de Vereadores do município.

Vereadores

Saiba quem são os representantes do povo charqueadense na Câmara de Vereadores da mais importante cidade da Região Carbonífera.